20151111 SMSMU videomonitoramento abre
Fotos: SMSMU
A identificação do suspeito da morte de um casal de Içara (SC), cujos corpos foram encontrados carbonizados em um carro às margens da BR-448 em Canoas no final de agosto, contou com o auxílio das imagens das câmeras do videomonitoramento de Esteio. Como o cartão das vítimas foi utilizado para fazer compras em lojas esteienses após o crime, a Delegacia de Homicídios de Canoas solicitou as gravações à Central de Videomonitoramento da Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (SMSMU).

 

Os registros de 13 câmeras foram encaminhados. Neles, foi possível observar o carro do suposto mentor e executor dos homicídios, assim como visualizar uma mulher não-identificada que estava no veículo e aparece circulando na Av. Presidente Vargas com sacolas de compras em horários próximos aos que foram registradas as compras com os cartões do casal catarinense.

 

O sistema de videomonitoramento de Esteio é o mais abrangente do Estado. Nas ruas, possui 1,7 câmera por quilômetro quadrado. Além da Central de Videomonitoramento, que fica na sede de SMSMU (Av. Porto Alegre, 505) e trabalha 24 horas por dia, as imagens são transmitidas, também, para a Brigada Militar, colaborando no policiamento da cidade. As gravações já auxiliaram na prisão de foragidos, identificação de criminosos, recuperação de veículos roubados, entre outros casos.

 

Texto: Eduardo Baratto Leonardi

 

gallery1 gallery1 gallery1