Foto: Adriano Rosa da Rocha
Foto: Adriano Rosa da Rocha
Uma solenidade na próxima quarta-feira (22), às 14h30min, no Palácio Piratini, em Porto Alegre, vai promover a entrega de viaturas para núcleos de policiamento comunitário já instalados no Estado. Esteio receberá dois veículos, destinados às comunidades onde o projeto já existe, nos Territórios de Paz São José e Parque Primavera.

 

Desde o final de 2012, cada uma das regiões passou a contar com um núcleo formado por três policiais militares. Eles moram na comunidade, buscando gerar uma relação de confiança entre a Brigada Militar e os moradores, descentralizando a atividade policial e aproximando os agentes da realidade e dos problemas dos bairros. Além disso, o policiamento comunitário dá ênfase na prevenção do crime, resolução de conflitos na sua origem e integra diversos órgãos públicos. 

 

Enquanto no policiamento tradicional a polícia atua de forma pontual, quando o problema já está colocado, no modelo comunitário ela atua integrada à comunidade. Assim, desenvolve um trabalho para impedir o surgimento de um problema de segurança e também evitar que os já existentes aumentem.

 

As questões de segurança são tratadas junto com a população, tanto na definição de quais devem ser as prioridades da polícia, como as estratégias de policiamento gostariam que fossem implantadas. Além de prestar contas de suas atividades e resultados às autoridades legais, a polícia também leva as mesmas informações aos cidadãos da região onde atua.