20200908 AdrianoRosadaRocha NonaEtapaPesquisaCOVID19 abre
Fotos: Adriano Rosa da Rocha
Na manhã desta terça-feira (8), equipes do projeto GPS COVID Esteio deram início à nona fase de coletas da pesquisa que identificará, com base em dados do Município, um perfil epidemiológico, genômico e clínico do vírus SARS-COV2, causador do novo coronavírus (COVID-19). Assim como nas fases anteriores, a proposta é que mais 500 esteienses participem desta etapa da pesquisa, que seguirá até quinta-feira (10). A iniciativa é uma parceria da Prefeitura Municipal com quatro instituições gaúchas de ensino superior (Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – UFCSPA, Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, Unisinos e Feevale), envolvendo cerca de 50 pesquisadores.

Para a realização da pesquisa, iniciada no dia 18 de maio, os 13 bairros de Esteio foram subdivididos em 149 setores, cada um com 177 domicílios em média. Destes setores, 31 são escolhidos por sorteio. Neles, os pesquisadores definem, aleatoriamente, as casas onde as coletas serão feitas. Durante a visita às moradias, os integrantes do estudo, através de um aplicativo desenvolvido especialmente para ação, aplicam um questionário com o objetivo de identificar se os residentes apresentaram ou apresentam sintomas da doença, como febre, tosse e dificuldade para respirar, bem como informações sobre saúde, renda, cor da pele e idade, entre outros dados.

Além disso, os profissionais da saúde realizam a testagem rápida em todos os moradores da casa, coletando uma pequena amostra de sangue. A taxa de participação na pesquisa tem sido de 90% dos moradores de cada residência. Os resultados, obtidos em 15 minutos de espera, são tabulados e analisados com auxílio de algoritmos e modelos matemáticos complexos, e apresentados para a Administração Municipal, permitindo ajustes nas ações de combate ao coronavírus. Pacientes que testem positivo para a doença recebem acompanhamento especial.

Com oito fases do estudo finalizadas (de 18 a 20 de maio, de 1º a 3 e de 15 a 17 de junho, de 29 de junho a 1º de julho, de 13 a 15 de julho, 27 a 29 de julho, 10 e 11 de agosto e 24 e 26 de agosto), já foram realizadas 4.257 testagens rápidas, com a confirmação de 86 casos de COVID-19. Dessa forma, a pesquisa indica uma prevalência de 2,02%, ou seja, um caso a cada 49 pessoas. Aplicando este cálculo, Esteio teria um número estimado de 1.681 moradores com a doença, enquanto no dia 26 de agosto os números oficiais apontavam 1.429 pessoas positivadas, mantendo a tendência de subnotificação baixa, com menos de um caso não notificado para cada caso oficialmente registrado.

Segundo os dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), até esta segunda-feira (9), Esteio registra 1.765 casos confirmados de COVID-19, com 90 pacientes em recuperação, 1.620 curados e 55 óbitos. Outros 190 casos constam como suspeitos e 8.491 foram descartados, com resultado negativo para coronavírus. O Município já realizou mais de 10,4 mil testes para detecção da doença desde março.
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1