20200512 GabrielRodzinki VideoaulaFormacaoJornadaEscritaCriativa abre
Foto: Gabriel Rodzinski
A Secretaria Municipal de Educação (SME) de Esteio promove, nesta semana, mais duas capacitações a distância com o objetivo de subsidiar os professores da rede quanto a metodologias que os auxiliem no planejamento do ensino remoto. Nesta quarta-feira (3), a partir 17h30min, acontece o fechamento da Jornada de Escrita Criativa Mundos (di) Versos. Na quinta-feira (4), às 14h, ocorre formação sobre o uso do áudio na educação.

 

O quarto e último encontro da Jornada de Escrita Criativa será ministrado pela coordenadora do curso de Letras da Universidade La Salle, Lúcia Regina Lucas da Rosa e terá como tema as narrativas. A proposta é orientar os professores sobre como trabalhar gêneros literários neste momento de ensino remoto. As reuniões anteriores falaram sobre histórias em quadrinhos e poesia.

 

A formação da quinta-feira, por sua vez, terá como assunto "Áudio na educação: do rádio ao podcast". Ela será conduzida pelo professor da rede municipal Guilherme Sumariva e faz parte das capacitações da SME direcionadas às possibilidades de uso de tecnologias no ensino.

 

As duas atividades serão realizadas pela ferramenta Google Meet, assim como as formações anteriores promovidas pela SME após o início das restrições a atividades presenciais em função da pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

 

Aulas presenciais em Esteio estão suspensas até julho

Na última sexta-feira (29), a Prefeitura de Esteio anunciou a prorrogação da suspensão das aulas presenciais nas instituições de Educação Infantil e de Ensino Fundamental da rede da SME até o final de julho, em função da COVID-19. No mesmo dia, foi lançado o Programa Emergencial de Educação (PEED), que tem por objetivo assegurar a manutenção do vínculo escolar e a continuidade do processo educativo. A iniciativa prevê, além da disponibilização de atividades online, a ida até a casa dos estudantes por professores visitadores, visando atender a alunos sem acesso à Internet oriundos de famílias em situação de vulnerabilidade social.

 

Outras novidades do PEED são a oferta de conteúdos voltados à Educação Infantil para serem trabalhados em casa; a disponibilização, para os alunos do Ensino Fundamental, de um repositório virtual para complementar as atividades escolares obrigatórias implantadas desde 11 de maio; e a criação de uma reunião semanal entre professores e estudantes para tirar dúvidas.

 

Caso o aluno não tenha como participar das reuniões e das atividades pela Internet, ele poderá ser incluído no atendimento domiciliar. A expectativa é que de 2 a 3 mil crianças sejam beneficiadas por essa iniciativa. As visitas domiciliares serão feitas por educadores da rede municipal que se inscreverem, espontaneamente, para participar no projeto. Eles vão atuar com uma carga horária de 20h por semana, sendo que 10h serão destinadas a deslocamentos e produção de relatórios, e receberão remuneração adicional.

 

O atendimento depende da concordância dos pais ou dos responsáveis pelos estudantes e terá duração de aproximadamente uma hora por semana com cada aluno, período que pode variar, conforme o caso. Além de atuar diretamente na orientação do estudante, o visitador pode exibir os conteúdos online da SME e acionar, por videochamada, o professor regente ou da área específica para sanar dúvidas do aluno.