20190221 EduardoBarattoLeonardi OperacaoIntegrada abre
Foto: Eduardo Baratto Leonardi
O 34º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Esteio divulgou relatório com alguns números da criminalidade no Município nos primeiros dois meses de 2020, relativos a Operação Avante e ao programa RS Seguro. Os indicadores apresentados tiveram queda em relação ao mesmo período de 2019, mantendo uma tendência observada no último ano, que teve o melhor resultado da cidade na segurança pública em 18 anos, desde que existe o monitoramento estatístico desta área por parte do Governo do Estado.


A maior redução, entre 1º de janeiro a 26 de fevereiro, foi observada nos roubos a estabelecimentos comerciais e de ensino. Foram registradas três ocorrências, contra 10 do mesmo período em 2019, ou seja, 70% a menos. Já os casos de roubos a pedestres caíram 12%, passando de 77 para 68. O número de crimes violentos letais intencionais também diminuiu, dos quatro casos nos dois primeiros meses do ano passado para três em 2020.


Na acumulado dos últimos 12 meses, entre março de 2019 e fevereiro deste ano, houve redução de 29% nos casos de crimes violentos letais intencionais(17 ocorrências contra 12) em relação ao período semelhante entre 2018 e 2019, de 20% nos roubos de veículos (de 112 para 90) e de 13% nos roubos a pedestres (de 504 para 438).


A Operação Avante tem como objetivo principal o enfrentamento aos crimes, abordagens policiais qualificadas em pontos previamente determinados em barreiras dinâmicas, buscando coibir crimes e garantir a segurança da população. Já o RS Seguro, lançado em fevereiro de 2019 pelo governo estadual, é um que abrange várias secretarias e órgãos públicos para oferecer à população um estado mais civilizado, baseado em integração, inteligência e investimento qualificado.


Esteio teve em 2019 o melhor resultado em segurança dos últimos 18 anos

O ano de 2019 registrou o melhor resultado de Esteio em indicadores de criminalidade dos últimos 18 anos, quando passou a existir o monitoramento estatístico por parte da Secretaria de Estado da Segurança Pública. Em quase todos os dados houve queda no número de ocorrências quando comparados ao ano anterior.


O Município registrou, de janeiro a dezembro, 2.253 ocorrências criminais, envolvendo os crimes de homicídio doloso, latrocínio, furtos, abigeato, furto de veículos, roubos, roubo de veículo, estelionato, delitos relacionados a armas e munições, posse de entorpecentes e tráfico de entorpecentes. No mesmo período do ano anterior, houve o registro de 2.472 ocorrências.


A cidade registrou em 2019 apenas nove homicídios. Foi a primeira vez que o município ficou com apenas um dígito neste indicador, representando uma queda de 40% em relação a 2018. Outra redução expressiva foi observada no roubo de veículos, que caiu 30%, passando de 130 ocorrências em 2018 para 91 em 2019.


Pelo segundo ano consecutivo, a cidade não registrou latrocínio (roubo seguido de morte). Também houve reduções no número de ocorrências relacionadas a furtos (-3,25%), abigeato (-100%), roubos (-6,20%), estelionato (-3,85%), delitos relacionados a armas e munições (-20%) e entorpecentes-posse (-77,55%).