20200131 EduardoBarattoLeonardi ReaberturaMauricioCardoso abre
Fotos: Eduardo Baratto Leonardi
Após 20 anos, a Rua Maurício Cardoso tem, novamente, mão dupla em todo seu 1,5 km de extensão. A reabertura da via para o tráfego de veículos ocorreu nesta sexta-feira (31), com a presença do prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, e do vice-prefeito, Jaime da Rosa, após a conclusão de obras de implantação de novas rede de drenagem, pavimentação, sinalização vertical e horizontal e instalação de um semáforo no cruzamento com as avenidas Presidente Vargas e Padre Claret.

 

A Maurício Cardoso recebeu a nova rede de esgoto pluvial, ação que integra o Renova Esteio Drenagem, e foi totalmente repavimentada dentro do programa Renova Esteio Asfalto. Pintura dos muros do trilho do trem próximo à Estação Esteio, implantação de uma faixa elevada para travessia de pedestres entre as ruas Comandante Cramer e Ernesto Weick e entre as ruas Maurício Cardoso e Garibaldi e a revitalização do antigo arco, patrimônio histórico, também foram feitas, dando novo aspecto à rua.

 

Também participaram do ato de reabertura da via os secretários municipais de Obras e Serviços Urbanos, Flávio Ourique, e de Segurança e Mobilidade Urbana, Ronie Coimbra.

 

Motoristas precisam estar atentos à sinalização, estacionamentos e faixas de pedestre

Com as mudanças realizadas na Rua Maurício Cardoso, os condutores que circulam pela via devem tomar cuidado com questões como sinalização, limites de velocidade, locais onde é permitido ou proibido estacionar, e para as faixas de segurança, sobretudo nas proximidades do terminal de ônibus e acesso à estação Esteio da Trensurb, ponto de intensa circulação de pedestres.

 

Como a via passou a ser de mão dupla em todo seu trajeto, é necessário estar atento, também, para não transitar na contramão. Vale lembrar, ainda, que agora é permitido circular com automóveis no trecho entre as ruas Eng. Hener de Souza Nunes e Comandante Cramer, no sentido à Sapucaia. Antes das obras, apenas ônibus e lotações tinham permissão para passar por ali.

 

Renova Asfalto

O Renova Esteio Asfalto prevê a pavimentação ou repavimentação de 55 ruas e avenidas da cidade. Na primeira etapa, os investimentos foram feitos em sete ruas e avenidas, chegando a 3,6 km de asfalto novo colocado, com a aplicação de R$ 2,5 milhões em recursos, provenientes do Fundo Municipal de Gestão Compartilhada entre a Prefeitura e a Corsan.

 

No total, 36 ruas e avenidas estão sendo asfaltadas no lote 2, com ruas nos bairros Parque Primavera, Três Marias, Tamandaré, Vila Olímpica, Santo Inácio, São Sebastião, Parque Amador e Centro, dentre elas, a Maurício Cardoso. O investimento nesta etapa do programa é de R$ 4,8 milhões, obtidos via financiamento com a Caixa Econômica Federal.

 

A terceira fase foi iniciada no dia 19 de dezembro com o trabalho de fresagem na Rua Soledade. Ao todo, 13 vias serão contempladas no lote com mais R$ 5 milhões investidos, recursos oriundos de financiamento do Banco do Brasil assinado em dezembro do ano passado.

 

Renova Drenagem

O Renova Esteio Drenagem, maior programa de construção de redes de microdrenagem da história de Esteio, prevê melhorias no sistema de escoamento pluvial em uma extensão de mais de 5,7 mil metros, beneficiando 19 ruas e avenidas, com mais de R$ 8 milhões em investimentos.

 

A etapa 1 é integrada pelas ruas Pedro Lerbach e Maurício Cardoso, mais a Avenida Padre Claret, com a instalação de tubos de 60cm, 80cm, 1m, 1,2m e 1,5m, totalizando uma extensão de 2.212 metros, em um investimento de quase R$ 3 milhões.

 

A fase 2, com canos de 60cm, 1m e 1,2m e um investimento de R$ 1,213 milhão, abrange uma extensão de 1.244 metros nas ruas Alegrete, Nações Árabes e Osvaldo Jesus Vieira, e nas avenidas João Paulo I e Lindolfo Collor. Com um investimento de R$ 528,5 mil, o lote 4 vai colocar novos tubos de 60cm, 80cm e 1m na Av. Presidente Vargas e nas ruas Pinto Bandeira, Maracanã e Caxias, somando 765m de extensão.

 

O lotes 3 (construção e substituição de redes na Av. Pe. Antônio Vieira e nas ruas Theodomiro Porto da Fonseca, São Borja, Taquara, Santana e João Simões Neto também já está em andamento. Os lotes 5 (construção de escadaria hidráulica na Rua Rita de Castro Carvalho) e 6 (especificamente de manutenção e ampliação de redes de drenagem pluvial) ainda estão em com as licitações em andamento. As intervenções e investimentos necessários do lote 7 ainda serão definidas.

 

Os recursos são provenientes do Fundo Municipal de Gestão Compartilhada entre a Prefeitura e a Corsan. O fundo foi estabelecido após assinatura, em maio do ano passado, de termo aditivo que estendeu por 37 anos a parceria existente com a empresa para prestar o abastecimento de água e o saneamento no Município, em consequência da adesão de Esteio ao projeto da Parceria Público-Privada (PPP) da estatal gaúcha.

 

A elaboração das ações previstas tiveram como base o Plano Diretor de Manejo das Águas Pluviais (PDMAP) de Esteio, também chamado como Plano Diretor de Drenagem. Sancionado em junho de 2017 (à época, o Município foi pioneiro na sanção desse tipo de documento), o texto estabelece as diretrizes e a normatização para a elaboração de estudos e projetos para enfrentar o problema de enchentes e alagamentos em Esteio.

 

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1