20191129 DjalmaCorreaPacheco InstalacaoPostesCercamentoEletronico abre
Fotos: Djalma Corrêa Pacheco
Quatro pontos de entrada e saída de Esteio vão receber, nos próximos dias, sete câmeras de videomonitoramento com sistema OCR (sigla em inglês para reconhecimento óptico de caracteres). Com os equipamentos, interligados a uma central de controle na sede da Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (SMSMU), será possível fazer o cercamento eletrônico de Esteio, sendo possível monitorar em tempo real, através da leitura das placas, a entrada e saída de veículos na cidade.

Nesta sexta-feira (29), trabalhadores da DGT Tecnologia em Segurança e Comunicação, empresa contratada para fazer a implantação do sistema, trabalharam na finalização da instalação dos postes de metal onde serão colocadas as câmeras e dos postes de concreto onde foram colocados os medidores do consumo de energia elétrica e na instalação dos quatro monitores na sede da SMOSU onde será feito o acompanhamento das imagens. Na próxima semana, serão instalados os sensores no asfalto que detectam a passagem dos carros, além das câmeras de vigilância. Após este trabalho, o sistema já pode começar a funcionar.

O OCR consegue detectar, por exemplo, se um carro foi furtado ou roubado. Se for, emite um sinal para a Central, que passa a acompanhar pelas demais câmeras da cidade o deslocamento do veículo pelas ruas, acionando as forças de segurança, como Brigada Militar, Guarda Municipal e até mesmo a Polícia Rodoviária Federal.

A implantação dos equipamentos faz parte do investimento superior a R$ 18 milhões feito pelo Governo do Estado, que está contemplando 36 municípios gaúchos. A assinatura do acordo de implementação de 500 novas câmeras e cercamento eletrônico foi realizado no dia 16 de setembro, em ato no Palácio Piratini.

O cercamento eletrônico é mais uma ferramenta para auxiliar no combate ao furto e ao roubo de veículos, que apresenta queda nos últimos meses no Rio Grande do Sul. Os recursos foram conquistados com empenho da bancada gaúcha no Congresso. O valor é parte dos mais de R$ 67 milhões em recursos de emenda parlamentar, aprovada em 2017, somados a uma contrapartida de R$ 6,3 milhões do Estado. Os recursos viabilizaram o reforço da Segurança Pública do RS com viaturas, armas e equipamentos.


Locais
- Rua Padre Felipe com Avenida Presidente Vargas (próximo ao Viaduto)

- Avenida Getúlio Vargas, próximo à divisa com Canoas

- Avenida Senador Salgado Filho no canteiro central, em frente à Escola Municipal Vitorina Fabre

- Avenida Presidente Vargas, próximo do limite com Sapucaia do Sul

 

gallery1 gallery1 gallery1