20191101 DjalmaCorreaPacheco AgendaAbertaUBSPlanalto abre
Fotos: Djalma Corrêa Pacheco
A partir da próxima segunda-feira (4), os moradores da região atendida pela Unidade Básica de Saúde Jardim Planalto não precisarão mais ficar em filas, muitas vezes formadas na madrugada e sob condições climáticas desfavoráveis, para agendar consultas com médico clínico geral. A UBS, que atende uma população de cerca de 14 mil pessoas, será a próxima – e última – da rede municipal de Saúde que vai passar a atender com o sistema de “agenda aberta”. Com isso, a meta estabelecida para a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de implantar essa forma de agendamento em todas as UBSs até o final do ano será atingida faltando quase três meses para o encerramento de 2019.

Para marcar uma consulta com clínico geral no novo sistema, o usuário pode procurar a UBS a qualquer momento durante o horário de atendimento da unidade. Ao chegar à UBS, o paciente é encaminhado para acolhimento, processo que também sofreu alterações. Antes, somente enfermeiros participavam deste momento. Agora, toda a equipe da unidade, como agentes comunitários, técnicos de enfermagem e médicos, está capacitada a fazer a escuta. Se nessa avaliação for definido que a pessoa precisa do atendimento, ele é agendado para a própria UBS, de acordo com a classificação de risco (condição clínica do paciente), em no máximo 30 dias, prazo estabelecido pela SMS para reduzir as possibilidades de falta à consulta ou esquecimento da data agendada pelo paciente.

A nova forma não acarreta mudanças na marcação de consultas de urgência. Cada médico continua com horários reservados em sua agenda para atendimento a situações mais graves que cheguem à unidade, assim como a prioridade para idosos não sofreu alterações. Também foi mantida a rotina de marcação de consultas em especialidades como pediatria e ginecologia, que já há algum tempo também não têm filas, uma vez que o paciente sai de uma consulta e já agenda a próxima.

O “agenda aberta” teve início pela UBS Novo Esteio. O processo envolve a capacitação dos funcionários da unidade sobre as mudanças na marcação e no acolhimento, assim como a orientação da comunidade sobre o novo método.

Para a titular da SMS, Ana Boll, o novo sistema traz um resultado muito positivo para os usuários. “A mudança do acesso às consultas nas UBS transforma nossa visão com o usuário. Estabelecemos uma relação de respeito com ele, que não será mais submetido à condição de violência por ficar numa fila na madrugada. Ele não passará mais frio, não será mais agredido por cães e não terá que se submeter a outras violências por outras pessoas que também ficavam na fila”, destaca a secretária. Também vejo que o novo processo de acesso às consultas consegue priorizar de fato quem mais precisa da consulta e não quem chega primeiro”, complementa.

Quem concorda com a secretária é a coordenadora da UBS Jardim Planalto, Mari Cristina Klein dos Santos. Ela diz que a equipe, composta por cerca de 40 profissionais, já está orientando os moradores do bairro quanto à mudança e destaca que alteração só trará melhorias no atendimento. “Os pacientes não precisam ficar ansiosos e continuarem chegando cedo na UBS, formando filas desnecessárias. Podem confiar no sistema, que vai funcionar e qualificar os serviços”, destaca.

Entre janeiro e setembro deste ano, a UBS Jardim Planalto realizou 14.691 atendimentos com clinico geral, uma média de 1.632 por mês. Em toda a rede municipal, foram mais de 101 mil consultas.


Também para dentista
A marcação de consultas com a agenda aberta também será realizada para os dentistas na UBS Jardim Planalto. Será a terceira unidade da rede que vai ter o procedimento desta forma. As outras duas são as UBSs Primavera e Cruzeiro. Nas demais UBSs com sala de Odontologia (Novo Esteio, Centro, Claret, Ezequiel e Votorantim), a alteração será implantada gradativamente.

As consultas de enfermagem já tem agenda aberta implantada em todas as unidades básicas de saúde.

gallery1 gallery1 gallery1