20190515 LucianaAbdur ReformasCasaCultura abre
Fotos: Luciana Abdur
Prestes a completar 25 anos, a Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya, inaugurada em 23 de setembro de 1994, está passando por uma série de reformas que a deixarão de cara nova para uma festa em seu aniversário. Em maio, iniciaram-se as obras de reforma no telhado, que apresentava danos por conta de chuvas e pela sua antiguidade.

Na manhã desta quarta-feira (15), funcionários da empresa A Solução deram continuidade a troca de telhas, substituição e pintura de calhas, substituição de tubos de queda e retirada de fiadas de alvenaria. Na obra do telhado, estão sendo investidos R$ 35,7 mil, recursos provenientes do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC).

As obras gerais tiveram início em março. Já foram realizadas reformas de 140 poltronas do teatro, da iluminação nas laterais e corredores de acesso ao auditório, substituição do motor de drenagem da água que fica abaixo da coxia do palco e pinturas internas. Com estas ações, a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (SMCEL) investiu, de seus recursos próprios, R$ 16 mil em materiais e contou com o apoio de funcionários da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos (SMOSU) para a mão de obra.

A Biblioteca Rui Barbosa também trocou de espaço, passando para a área do antigo Museu Histórico de Esteio, que por sua vez se mudou para o Seminário Claretiano. A solenidade de reinauguração será no dia 20 de maio.

Estão previstas para serem realizadas, ainda, a automatização das cortinas do auditório e a climatização do espaço, pinturas no setor Administrativo e reformas na frente da Casa e no muro dos fundos. Esta fase prevê um investimento de R$ 90 mil. Outra novidade será a reativação do Piano Bar, que será concedido, via licitação, para a exploração por parte de um empresário.

De acordo com o diretor de Cultura, Fernando Cheruti, nunca havia sido feita uma reestruturação deste parâmetro no local. “A Casa necessitava destes cuidados”, opinou. “Quando fizemos o levantamento destas obras em 2017, tivemos como total R$ 1 milhão de investimentos. Mas com planejamento de processos internos e organização financeira, conseguimos fazer com que esse valor baixasse para cerca de R$ 141,7 mil”, informou.

Texto: Luciana Abdur

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1