20190514 LucianaAbdur FormacaoRoboticaProfessoresSME abre
Fotos: Luciana Abdur
Com o objetivo de familiarizar professores de Matemática e dos laboratórios de informática das 18 escolas municipais de Educação Básica (EMEBs) no uso dos Kits de Robótica em sala de aula, a Secretaria Municipal de Educação (SME) promoveu, na manhã desta terça-feira (14), o terceiro encontro de formação para os profissionais.

Quarenta educadores foram divididos em dois grupos. Um ficou responsável por montar as máquinas disponibilizadas pelos kits e o outro foi instruído a associar a robótica com os conteúdos da Base Municipal Comum Curricular (BMCC).

A empresa Conceito, que forneceu os equipamentos, foi a responsável pela capacitação, conduzida pelas formadoras Gislaine Glaeser e Marjorie Nunes.

Responsável pelo laboratório de informação da EMEB Dulce Moraes, a professora Luciane Amaral já está introduzindo o conteúdo em sala de aula. “Na primeira aula, mostrei a eles a parte de hardware, que ensina a montar e desmontar o equipamento, e o software, que ensina a programar blocos. No final, desafiei eles a programarem um determinado personagem e todos se saíram melhor do que eu esperava”, contou. “Os alunos devem adaptar-se às novas tendências tecnológicas, um atrativo a mais para aprenderem”, opinou.

Cada Kit Explorador Uno é composto por uma base de acrílico, rodas, uma placa de circuito interno, motor elétrico, pilhas, baterias e componentes eletrônicos e mecânicos necessários para a montagem de um pequeno robô, programado através do software Arduino. A vantagem deste tipo de sistema, chamado também de Arduino, se comparado com o principal concorrente, é a possibilidade de acrescentar peças que não fazem parte do kit básico, oportunizando infinitas possibilidades de melhorar o robô e aprofundar a aprendizagem da automação. Foram investidos no projeto R$ 17,6 mil.

De acordo com a professora de Informática da EMEB Eva Karnal, Luciane Salamon, a estrutura já foi apresentada à turma do 3° ano. “A robótica está bem presente na sociedade e vem crescendo ainda mais. Trabalhamos na Sala de Inovação com a sensibilização das aulas de robótica, despertando o interesse dos alunos ao mundo Maker e tirando deles aquele medo da disciplina de Matemática. Eles devem perceber que esta nova ferramenta facilita a criatividade deles e faça-os sentirem-se pesquisadores na prática e construção”, falou.

Até o final deste ano, todas as EMEBs serão contempladas com a Sala de Inovação, um espaço que dispõe de computadores e Chromebooks (pequenos laptops com acesso à plataforma Google for Education voltados para uso em sala de aula) adquiridos após parceria entre a Prefeitura de Esteio e a Google, que permitem a utilização de recursos multimídia no ensino. A primeira sala foi entregue para a EMEB Eva Karnal em um ato solene realizado na última sexta-feira (10). Os kits já começaram a ser habituados com algumas das turmas.


Texto: Luciana Abdur

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1