20181010 EduardoBarattoLeonardi LancamentoGoogleForEducation abre
Fotos: Eduardo Baratto Leonardi
Resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Esteio e a Google, foi lançado oficialmente, na noite desta quarta-feira (10), no Salão Nobre da Prefeitura Municipal, o projeto para adoção do sistema Google for Education na rede municipal pública. Com isso, o Município se torna a segunda cidade gaúcha a adotar a ferramenta nas instituições escolares, com o objetivo de inovar na experiência de ensino, oferecendo a professores e alunos uma nova forma de estudo dentro e fora das salas de aula.

 

“O que se percebe é que há uma distância entre o que a tecnologia oferece para a área da educação e o que as escolas oportunizam para os alunos. Com o Google for Education, vamos diminuir essas lacunas e, com o empenho de todos, quem vai ganhar, lá na frente, é a própria comunidade”, salientou o prefeito Leonardo Pascoal.

 

Destinada às escolas da rede municipal de ensino, o Google For Education é uma série de aplicativos da empresa americana para otimizar o tempo dos professores e atrair a atenção dos alunos. O sistema permite que se realize atividades e provas online e a correção dos mesmos em tempo real. A tecnologia permitirá que os educadores mantenham o aprendizado personalizado, melhorando o desempenho das turmas. O ganho de tempo e a facilidade de uso estão entre as vantagens aos alunos. Em 2017, Pascoal e o secretário Municipal de Educação (SME), Marcos Dal'Bó, participaram de reuniões e eventos sobre o sistema na sede da Google Brasil, em São Paulo.

 

As instituições recebem os Chromebooks, pequenos laptops voltados para uso em sala de aula. Na plataforma, ferramentas como agenda, disco virtual, editores de documentos, entre outros, são disponibilizados na nuvem, permitindo que as tarefas sejam realizadas em grupo, de qualquer lugar e hora. Os alunos ainda podem utilizar vídeos e áudios para conferências, realizar transmissão de arquivos para consulta, ter acesso a um vasto material de estudo, entre outras vantagens. Aos professores, as facilidades da sala de aula virtual permitem a criação de tarefas digitalmente, gerenciamento de trabalhos e provas, criação de aulas multimídia e acompanhamento das produções dos alunos.

 

Em abril, o Polo da Universidade Aberta do Brasil em Esteio foi a primeira instituição do Município a receber os Chromebooks. No local, estão 30 aparelhos que podem ser utilizados pelos alunos em diversas atividades acadêmicas. Já no mês de junho, foram entregues outros 30 aparelhos para o Centro Municipal de Educação Básica (CMEB) Maria Lygia Andrade Haack, a primeira instituição de ensino da rede municipal a receber os equipamentos.

 

A previsão é que todos os CMEBs passem a contar com Chromebooks até o final de 2019. O fato de não ter os equipamentos não será um problema, pois o Google for Education pode ser acessado em qualquer computador. Por isso, a SME já dará início a uma capacitação, em quatro encontros, para repassar informações a professores sobre o funcionamento da ferramenta. “Vamos valorizar os profissionais da educação, que serão os disseminadores sobre o uso do sistema. É um projeto que vai alavancar ainda mais a Educação em Esteio”, apontou Dal'Bó.

 

Atualmente, 50 milhões de alunos e professores no mundo utilizam a ferramenta, sendo 10 milhões usuários do aplicativo Classroom, sala de aula virtual onde serão postadas e programadas, pelos professores, exercícios, provas, trabalhos e até mesmo espaço para sanar dúvidas para os alunos. A apresentação do software foi realizada por Francisco Cantarutti, CEO da Hone, empresa responsável pela Google for Education no Brasil.

 

Texto: Eduardo Baratto Leonardi

 

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1