20181010 IngridKasper RodaConversaOutubroRosaAcademiaSaudeCarnaval abre
Fotos: Ingrid Kasper
A previsão de chuva na manhã desta quarta-feira (10) não impediu que mais de 50 pessoas participassem da roda de conversa realizada na Academia de Saúde da Avenida do Carnaval. Com a temática voltada à prevenção e conscientização sobre o câncer de mama, como parte do Outubro Rosa, as atividades foram realizadas pela equipe da Academia, da Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Planalto e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf).

A enfermeira Cristiane Backs iniciou a conversa falando sobre o medo da prevenção. “Muitas vezes, as pessoas não querem fazer exames, pois ficam com receio do tratamento e de passar por toda a jornada. É importante lembrar que quando diagnosticado cedo as chances de cura aumentam. Câncer tem tratamento”, enfatizou. Os participantes também foram instruídos sobre como uma alimentação saudável pode auxiliar na causa.

O fato das campanhas, em sua grande maioria, voltarem-se para mulheres não devem excluir os homens, que também podem passar pela mesma situação. Os profissionais presentes alertaram sobre os principais sintomas da doença, como desconforto, mamilo dolorido ou invertido, nódulos e secreção mamilar, entre outros. Os fatores de risco também foram mencionados podendo ser comportamentais, hormonais, genéticos e dependentes do histórico reprodutivo, no caso das mulheres.

Além do bate-papo, estava prevista uma caminhada ao longo da Avenida Governador Ernesto Dornelles (Avenida do Carnaval) que foi cancelada pela instabilidade do tempo. Porém, os professores de Educação Física da Academia substituíram a ação por uma aula de dança. O preparador físico Vinicius Rosa Raphaelli observou a relevância de incluir a atividade na ação: “O estilo de vida tem papel importante na prevenção. Incluir o exercício físico ajuda na promoção da saúde”.

Quem participou, tanto da conversa quanto da dança, foi Elizabeth Becker Six, 58 anos. “É a primeira ação de Outubro Rosa que eu participo. Acho muito interessante e gostei bastante. Cheguei cedo para acompanhar tudo”, contou.

Portando a terceira maior taxa de câncer de mama entre mulheres com mais de 20 anos no país, o Rio Grande do Sul fica atrás apenas do Estado do Rio de Janeiro e Distrito Federal. O outubro Rosa foi criado para estimular a participação da população no controle do câncer de mama e atuar na conscientização do tema. Outras atividades referentes ao tema estão sendo realizadas na cidade desde sábado (6).


Outubro Rosa em Esteio
Abertura de unidades básicas de saúde (UBS)
Atividades voltadas a mulheres até 64 anos, como a coleta de exame preventivo de câncer do colo uterino e solicitação de mamografias
20 de outubro
Horário: das 8h ao meio-dia e das 13h às 17h
UBS Jardim Planalto (Av. Porto Alegre, 987)
UBS Cruzeiro (Rua Hortêncio Guilhermino Batuta, 52)
UBS Prefeito Juan Pio Germano (Ezequiel – Rua Ezequiel Nunes Filho, 79)
UBS Pedreira (Rua José Pedro Silveira, 404)
Horário: das 8h às 14h
UBS Tamandaré (Rua Vila Lobos, 1023)


Caminhada da Prevenção
Realização: Liga Feminina de Combate ao Câncer de Esteio, com apoio da Prefeitura
Quando: 27 de outubro
Concentração: 9h
Local: Rua Garibaldi (Rua Coberta)

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1