20181009 IngridKasper LancamentoEducacaoFiscalEscolasEstaduaisParticulares abre
Fotos: Ingrid Kasper
Foi lançado, na manhã desta terça-feira (9), no Salão Nobre da Prefeitura de Esteio, o Programa de Educação Fiscal para Escolas Estaduais e Particulares de Esteio.

A secretária municipal da Fazenda, Alice Grecchi, falou sobre a relevância do programa. “Através da Educação Fiscal, os pequenos cidadãos aprendem sobre a origem do dinheiro e seu destino. Existe a necessidade de educá-los sobre o tema. Isso auxilia na preparação para que eles escolham e até mesmo tornem-se governantes”, ressaltou Alice.

Além da secretária, o coordenador do Grupo Estadual de Educação Fiscal, Randal Guimarães, falou sobre a atuação da cidade de Esteio em relação ao tema. “A equipe de educação fiscal do Município é muito atuante. É um trabalho de relevante importância para o estado e para o Brasil”, disse.

Randal ressaltou, ainda, que a iniciativa afeta o caráter dos indivíduos. “A prioridade é que os cidadõezinhos se conscientizem dos seus direitos e deveres, tornando-se cidadãos éticos. Os alunos devem compreender a importância desse assunto”, acrescentou o coordenador. Esteio, segundo ele, está entre os 20 municípios considerados Polos de Desenvolvimento de Educação Fiscal no Rio Grande do Sul.

Durante o evento, professores disseminadores do projeto no Município falaram sobre as práticas realizadas em sala de aulas associadas ao tema. Os participantes tiveram a chance de ter mais informações sobre o cadastramento de escolas estaduais no Nota Fiscal Gaúcha e no programa Compra Premiada, além de conhecer o aplicativo Fazendinha Fiscal e outras ferramentas que poderão ser usadas nas atividades com os estudantes.

As principais metas do Programa Municipal de Educação Fiscal (PMEF) são conscientizar o cidadão a respeito da função socioeconômica dos tributos e a responsabilidade social; propiciar informações sobre a Administração Pública, a arrecadação, a aplicação e o controle dos gastos públicos, estimular a sociedade a acompanhar a aplicação dos recursos; e demonstrar a relevância do tributo na ação financeira do Estado para a organização de políticas públicas e o melhoramento das condições de vida da população.

No final do encontro, as alunas do Centro Municipal de Educação Básica (CMEB) Luíza Fraga vencedoras do concurso de paródia sobre a educação fiscal apresentaram o trabalho que conquistou o prêmio de primeiro lugar.

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1