20171213 EduardoBarattoLeonardi OperacaoNatalGuardaTransito 002
Foto: Eduardo Baratto Leonardi
A Guarda Municipal (GM) de Esteio ganhará, em breve, mais 13 agentes para atuar nos espaços públicos da cidade. A Prefeitura já iniciou o chamamento dos aprovados para o cargo, conforme a ordem de classificação em concursos públicos realizados pela Administração Municipal, para a entrega de documentos e realização de avaliação psicológica. Com os novos integrantes, a Guarda esteiense terá uma ampliação de mais de 30% de seu efetivo, que atualmente é de 40 agentes. O grupamento completará 12 anos de fundação no dia 19 de junho.

 

Desde o ano passado, a administração municipal tem promovido ações de parcerias com os demais órgãos de segurança do município, bem como investimentos na GM que contribuíram para a redução de 12,85 % nos índices de criminalidade em Esteio no ano passado, segundo dados do serviço de Estatísticas da Polícia Civil. A diminuição dos indicadores seguiu nos primeiros quatro meses de 2018, com uma queda de 11,8%.

 

Devido aos trâmites necessários para a nomeação, o ingresso dos novos guardas está previsto para o começo de agosto. Assim que foram admitidos, eles frequentarão um curso de formação profissional, que será ministrado por servidores da Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (SMSMU), por convidados e por voluntários. Os conteúdos da capacitação foram definidos e encaminhados para homologação da Polícia Federal. Entre as matérias previstas para serem abordadas estão saúde física e mental, direitos humanos, ética e cidadania, defesa pessoal, primeiros socorros, legislação, prevenção e combate a incêndios, técnicas operacionais, armamento e tiro. No total, o curso terá 660 horas-aula e deve durar cerca de três meses. Após o treinamento, e com a aprovação no teste e na avaliação psicológica para uso de arma de fogo, os novos agentes estarão aptos para iniciar o trabalho de vigilância e fiscalização pela cidade.

 

Os atuais agentes da Guarda Municipal estão participando de uma reciclagem do treinamento profissional, no qual são abordados assuntos pertinentes ao cotidiano da função. A primeira turma da capacitação, em maio, teve a participação de 19 guardas. Os demais participarão de um segundo grupo. A divisão foi feita de forma a não prejudicar o trabalho externo dos agentes, mantendo os atendimentos nas ruas e locais públicos da cidade. Em 2019, a reciclagem será aperfeiçoada, incluindo os mesmos conteúdos da formação realizada com os novos agentes.

 

Mudanças iniciadas em 2017 aumentaram a presença da Guarda nas ruas

A adoção do programa Guarda Mais Presente, em fevereiro de 2017, promoveu uma reestruturação da Guarda Municipal, com novos turnos de trabalho dos agentes, reativação das motos para rondas e reorganização das rotas de monitoramento. Com isso, praças e pontos de maior movimento do Município contam com ronda ostensiva das viaturas e agentes. Motos que estavam paradas, precisando de manutenção, foram consertadas e voltaram a ser utilizadas nas rondas. Além disso, uma das viaturas realiza a ronda 24 horas, enquanto as demais atuam durante o dia, conforme roteiros pré estabelecidos. Cada veículo é responsável por cobrir cerca de 20 pontos base em todo o Município, que incluem escolas, praças e postos de saúde, onde permanecem de 15 a 20 minutos.

 

Outra melhoria realizada em 2017 foi a colocação em uso de rádio comunicadores que foram adquiridos pelo Município e estavam parados há mais de cinco anos. Em outubro, o número de equipamentos para uso da Guarda Municipal, da Fiscalização de Trânsito e da Defesa Civil Municipal foi ampliado. Com isso, o sistema de comunicação da SMSMU passou a contar com nove estações em viaturas, 10 aparelhos portáteis, 15 baterias, uma rádio base e uma repetidora, agilizando a integração entre os serviços e tornando mais rápida e eficiente a resposta em caso de ocorrências.

 

Além disso, ao longo do ano os guardas municipais participaram de diferentes capacitações. Entre elas, o curso preparatório para uso de armas não-letais, treinamento de tiro com armas de fogo e táticas de abordagem e algemação.

 

Texto: Eduardo Baratto Leonardi