20180516 AdrianoRosadaRocha CapacitacaoSMS abre
Foto: Adriano Rosa da Rocha
Cerca de 60 pessoas, entre agentes da Estratégia de Saúde da Família (ESF), visitadores do Programa Primeira Infância Melhor (PIM) e residentes da Escola de Saúde Pública participaram de capacitação na tarde desta quarta-feira (16), no Salão Nobre da Prefeitura de Esteio. O trabalho coordenado pelo Núcleo Municipal de Educação em Saúde Coletiva, tratou de temas como o repasse das informações para as unidades de saúde e a notificação de violência e contou com palestra da enfermeira, Viviane Belleboni Antich, sobre a importância da prevenção das doenças e da atenção à carteira de vacinação das crianças, e também sobre a notificação de casos de violência doméstica.

 

Conforme uma das integrantes do Numesc, a dentista Fabiana Chaves, as políticas públicas só funcionam a partir do acompanhamento da realidade das comunidades atendidas. “Por isso a importância da abordagem correta, a coleta de informações completas e a observação atenta aos casos de violência doméstica percebidas a partir das visitações. Essas informações e a notificação correta para a Unidade de Saúde à qual os agentes pertencem, fazem toda a diferença, pois os casos deixam de ser subnotificados e a partir dos dados pessoais podemos saber a realidade e fazer a intervenção adequada”, informou. As notificações podem ser feitas tanto por pessoas físicas quanto pelas próprias equipes das unidades básicas de saúde. 

 

Fabiana explicou ainda que no ano passado foram desenvolvidas duas capacitações para qualificar o fluxo de informações da rede municipal de saúde. “Os resultados após cada encontro são sempre muito positivos e são realizados de acordo com a necessidade dos agentes e das unidades em ter mais informações sobre as realidades dos grupos atendidos. Essa reflexão visa o cuidado integral do usuário e a qualificação do trabalho em rede, envolvendo todas as equipes, inclusive dos serviços especializados, permitindo um trabalho intersetorial, o que é sempre positivo”, ressaltou.

 

Texto: Cristiane Franco