20180412 LucianaAbdur PalestraHospitalSaoCamiloAcise abre
Fotos: Luciana Abdur
Nesta quinta-feira (12), o diretor Administrativo do Hospital São Camilo, Dilnei Garate, participou de uma reunião-almoço na sede da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Esteio (Acise) apresentando a atual situação da instituição. Dilnei falou sobre metas, custos e as ações adotadas durante os últimos 15 meses para a recuperação do Hospital. O prefeito Leonardo Pascoal também participou do encontro.

O gestor apontou alguns objetivos estratégicos para resolver os problemas da casa de saúde, como a busca do equilíbrio financeiro, a diminuição da dependência do Sistema Único de Saúde (SUS) com a assinatura de convênios com planos de saúde particulares, a melhoria da capacidade instalada e a qualificação das equipes. Dilnei lembrou, ainda, que, de fevereiro de 2017 a março de 2018, a dívida da instituição com fornecedores diminuiu em 15,5%.

Em sua fala, Pascoal disse que, no início da atual gestão, o São Camilo encontrava-se no caos com salários atrasados, com mais de R$ 10 milhões em dívidas e sucateado. “Na situação que estava, o Hospital não chegaria nem a metade do ano de 2017 com as portas abertas. Recuperar uma instituição desse tamanho não é uma tarefa simples”, destacou.

O prefeito lembrou, também, as mudanças feitas em 15 meses de trabalho. “Neste tempo, foram tomadas muitas medidas importantes para que consigamos qualificar o processo gerencial da casa de saúde. Fizemos alguns investimos em infraestrutura, sendo o principal deles a reforma de 80% do telhado. Do centro cirúrgico, considerado a área mais crítica do São Camilo, a maioria das quatro salas estava interditada há anos porque chovia dentro e não era possível fazer procedimentos. Foi uma série de consequências que foram acontecendo no decorrer dos anos e levaram o hospital a chegar no estado que chegou”, concluiu.

Também assistiram à apresentação, o presidente da Acise, Longuinho Musikant, os vereadores Sandro Severo, Felipe Costella, Fernanda Fernandes e Rute Pereira, e a secretária municipal da Fazenda, Alice Grecchi. 

Programa de Incentivo Financeiro
Desde o início da atual gestão, a Prefeitura adotou uma série de ações para melhorar as condições financeiras, garantir o pagamento de salários e de fornecedores e manter a casa de saúde esteiense aberta e atendendo a população. O São Camilo começou 2017 com dívidas de anos anteriores e salários atrasados, o que levou ao decreto de emergência financeira no Hospital logo no primeiro dia do atual mandato.

Para 2017, estava previsto que a Prefeitura encaminhasse R$ 9 milhões em verbas para o hospital, valor que logo se mostrou insuficiente para manter a casa de saúde em funcionamento. Para buscar uma solução para essas dificuldades, a Administração Municipal precisou criar o Programa de Incentivo Financeiro ao Hospital São Camilo. A partir do projeto, o total de repasses feitos pela Prefeitura para a Fundação passou de R$ 20 milhões, mais que o dobro da previsão inicial para o ano. Em 2017, foram pagos, por exemplo, R$ 6,7 milhões relativos a débitos em aberto dos anos de 2014, 2015 e 2016.

O recurso extra foi reunido em esforço de todas as secretarias municipais, que cederam parte de seus orçamentos para poder financiar a medida. Além das verbas municipais, o hospital é mantido, também, com verbas federais e estaduais.

Em 2017, ainda, foram realizadas melhorias na estrutura do hospital. O telhado foi reformado, com a substituição de calhas, estrutura de madeira e telhas, e a fachada externa recebeu nova pintura.

Outra medida para garantir as condições financeiras da casa de saúde esteiense é a reabertura ao atendimento de convênios e particulares, além da manutenção dos atendimentos públicos gratuitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em fevereiro, o São Camilo foi credenciado junto ao Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul (IPE). Estão em andamento, também, a negociação com a Unimed e outras operadoras de serviços de saúde para fechar novos acordos.


Texto: Luciana Abdur

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1