20180209 EduardoBarattoLeonardi Uniao abre
Fotos: Eduardo Baratto Leonardi
O prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, entregou ao superintendente do Patrimônio da União no Rio Grande do Sul (SPU/RS), Antônio Carlos Nunes Jung, nesta sexta-feira (9), um ofício solicitando a cedência à Administração Municipal da antiga sede da Justiça do Trabalho na cidade. No prédio, que fica na Av. Salgado Filho e está desocupado há cinco anos, a Prefeitura pretende implantar um Centro de Referência em Assistência Social (Cras) e um Centro de Convivência do Idoso.


“Nosso desejo é dar uma utilidade pública para aquela estrutura, que hoje está sem uso, oferecendo um local de atendimento para as pessoas que moram na região, como também prestar um serviço novo aos idosos do nosso Município”, afirmou Pascoal. A SPU/RS, agora, vai analisar a solicitação da Prefeitura e dar um retorno sobre a aprovação, ou não, do pedido. Não foi estipulado um prazo para este retorno. Caso ele seja positivo, será assinado um contrato, determinando um prazo para a cedência e as obrigações da Prefeitura quanto ao uso e a manutenção do prédio. No último final de semana (3 e 4 de fevereiro), a Administração Municipal já fez uma limpeza no local. Foram retirados lixos e entulhos que estavam acumulados no prédio e áreas externas do terreno.


Conforme o ofício, elaborado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Trabalho e Empreendedorismo, o Cras Centro poderia atender até 5 mil famílias, ampliando os serviços de proteção básica da política de assistência social. Atualmente, Esteio conta com dois Cras (Conviver, na Vila Olímpica; Território de Paz, no Parque Primavera), duas unidades de Referência em Assistência Social (URAS), na Pedreira e no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU); e um Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas).


Já o Centro de Convivência do Idoso seria um novo serviço na cidade. Terá o objetivo de promover o cuidado especializado, bem como a manutenção da autonomia e da cidadania de pessoas com 60 anos ou mais. Segundo as estimativas do IBGE de 2016, Esteio tem quase 10 mil moradores idosos, cerca de 12% da população.



Texto: Eduardo Baratto Leonardi