sao-camilo-fachada
Foto: Eduardo Baratto Leonardi
Em sessão extraordinária na manhã desta quinta-feira (25), o projeto de lei da Prefeitura Municipal para contribuição financeira à Fundação de Saúde Pública São Camilo de Esteio (FSPSCE) foi aprovado pela Câmara de Vereadores. A medida prevê o repasse, em 2018, de R$ 12 milhões da Administração Municipal para o Hospital São Camilo. Um primeiro aporte, de R$ 3 milhões, será feito nos próximos dias.

 

A iniciativa dá sequência a uma série de ações tomadas pela Prefeitura Municipal, desde o início da atual gestão, para melhorar as condições financeiras, garantir o pagamento de salários e de fornecedores e manter a casa de saúde esteiense aberta e atendendo a população. O São Camilo começou 2017 com dívidas de anos anteriores e salários atrasados, o que levou ao decreto de emergência financeira no hospital logo no primeiro dia do atual mandato.

 

Para 2017, estava previsto que a Prefeitura encaminhasse R$ 9 milhões em verbas para o hospital, valor que logo se mostrou insuficiente para manter a casa de saúde em funcionamento. Para buscar uma solução para essas dificuldades, a Administração Municipal precisou criar o Programa de Incentivo Financeiro ao Hospital São Camilo. A partir do projeto, o total de repasses feitos pela Prefeitura para a Fundação passou de R$ 20 milhões, mais que o dobro da previsão inicial para o ano. Em 2017, foram pagos, por exemplo, R$ 6,7 milhões relativos a débitos em aberto dos anos de 2014, 2015 e 2016.

 

O recurso extra foi reunido em esforço de todas as secretarias municipais, que cederam parte de seus orçamentos para poder financiar a medida. Além das verbas municipais, o hospital é mantido, também, com verbas federais e estaduais.

 

Texto: Eduardo Baratto Leonardi