obras_escolas_esteio
Foto: Gabriel Rodzinski
O prefeito Leonardo Pascoal e a secretária interina de Educação, Vera Rosane Helfensteller, acompanharam, nesta terça-feira (9), o andamento dos trabalhos de reforma e melhorias nos centros municipais de Educação Básica Dulce Moraes e Vila Olímpica. As obras foram custeadas com o recurso extra repassado no final de dezembro pela Prefeitura às escolas da rede através do Programa Municipal Dinheiro Direto nas Escolas (PMDDE). Cerca de R$ 400 mil foram divididos entre as 23 instituições de ensino municipais, para uso em pequenos reparos, adequações ou até mesmo formação dos profissionais de educação, finalizando 2017 com um total de R$ 3 milhões encaminhados para as escolas via PMDDE.

 

Pascoal explicou que os trabalhos têm por objetivo qualificar os ambientes escolares para receber estudantes e servidores das escolas para o ano letivo de 2018. “Quanto melhor é o espaço onde o conhecimento acontece, mais interesse em participar e preservar desperta nos estudantes. Estamos fazendo a nossa parte, melhorando os espaços físicos e qualificando os profissionais que atuam na nossa rede de ensino”, afirmou.

 

No CMEB Dulce Moraes, no Bairro Liberdade, está sendo feita a pintura externa do prédio. Já no CMEB Vila Olímpica, o trabalho envolve a revitalização e pavimentação do pátio, com a colocação de bloco intertravados e a reforma e adaptação, com acessibilidade, de um banheiro que será utilizado por uma nova turma de educação infantil (pré-escola) que será aberta no local.

 

Com o Programa Municipal Dinheiro Direto nas Escolas (PMDDE), a Administração Municipal repassa verbas para os 18 centros municipais de Educação Básica (CMEB) e cinco escolas municipais de Educação Infantil (EMEI), recursos que podem investidos na manutenção das escolas e no desenvolvimento do ensino. Eles devem ser utilizados, também, para o pagamento de água, luz e telefone das instituições. No início de 2017, um decreto alterou simplificou os critérios de repasses para instituições de ensino, aumentando, na prática, o valor que cada uma recebeu por aluno matriculado.

 

Texto: Eduardo Baratto Leonardi

 

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1