Fotos: Camila Moraes
Fotos: Camila Moraes
Professores da rede municipal de Educação participaram, nesta sexta-feira (25), de uma formação realizada pela parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (SME) e Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA). Na parte da manhã, o encontro ocorreu no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) onde a engenheira ambiental Aline Paez falou sobre as questões que envolvem saneamento básico.

Durante a primeira parte da formação, os educadores puderam entender sobre os processos de reaproveitamento de resíduos sólidos e de tratamento de água e esgoto. A palestrante abordou diversos aspectos a respeito da contaminação dos rios pelos esgotos nas cidades e falou da importância do tratamento destes para limpeza dos leitos d'água. “Temos que ter cuidados com o meio ambiente. O óleo de cozinha, por exemplo, se descartado de forma irregular pode poluir milhares de litros de água. Ele deve ser guardado e reutilizado para fazer sabão”, disse Aline, mostrando uma barra de sabão feita com óleo reaproveitado.

Após as instruções da engenheira ambiental, os professores receberam material didático e informações de como utilizar em sala de aula com os alunos. A intenção do evento é promover mais conhecimentos aos educadores para que eles possam passar aos estudantes. Desta forma, as crianças receberão as orientações corretas no que diz respeito a prevenção e aos cuidados com o meio ambiente.

Na parte da tarde, os participantes realizaram uma visita as estações de Tratamento de Água (ETA) e de Esgoto (ETE) da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), no Bairro Novo Esteio. Durante o passeio pelas estações, os professores conheceram as unidades operacionais e entenderam melhor sobre o funcionamento do sistema de esgotamento sanitário, como os processos físicos, químicos ou biológicos que removem as cargas poluentes do esgoto.

A equipe também acompanhou os procedimentos realizados no tratamento de água, desde a captação nos rios ou represa até o produto final, que deve ser efluente e tratado em conformidade com os padrões exigidos pela legislação ambiental. Na ocasião os educadores compreenderam as fases de purificação da água para que ela possa chegar até as casas e ser consumida pela população.

A capacitação, é uma das ações previstas no programa Permanente de Educação Ambiental (PPEA). O projeto da SMMA tem como objetivo inserir a comunidade nas ações de conscientização para a melhoria dos aspectos ambientais. A pasta ambiental realizou a parceria com a SME, visando o ensino que os professores proporcionarão aos alunos em sala de aula sobre estas questões.


Texto: Camila Moraes

gallery1 gallery1 gallery1