20140709_AdrianoRosadaRocha_MelhoriasSaoCamilo_002
Foto: Adriano Rosa da Rocha

O prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, assina nesta quinta-feira (27), a ordem de início das obras de reforma parcial do telhado e revitalização da fachada do Hospital São Camilo. O ato acontecerá às 14h, em frente ao hospital (Rua Castro Alves, 948) com a participação do diretor administrativo da Fundação de Saúde Pública São Camilo de Esteio (FSPSCE), Dilnei Garate. Serão investidos R$ 340 mil na ação, verba de recursos federais, e os trabalhos devem durar 120 dias, sem causar alterações no funcionamento da casa de saúde.

O projeto da reforma do telhado vai abranger uma área de 1.839 m sobre setores como o Bloco Cirúrgico, UTIs Neonatal, Pediátrica e Adulto e a unidade de internação Posto 3. Está prevista a remoção das telhas, da estrutura de madeira e de calhas, e a substituição por novas. A nova pintura da fachada externa, por sua vez, será feita em uma área de 592,4 m², envolvendo o acesso principal e o ingresso ao atendimento ambulatorial e de emergência.


Programa de Incentivo Financeiro à Fundação dobra recursos para o hospital
Mais R$ 9 milhões serão repassados pela Prefeitura Municipal ao Hospital São Camilo até o final deste ano. O Programa de Incentivo Financeiro à Fundação São Camilo foi firmado na manhã da terça-feira (25). Com mais este investimento, o valor total repassado pela Administração Municipal para a casa de saúde ao longo do ano deverá chegar a R$ 18 milhões, o dobro do previsto no Orçamento de 2017. Além disso, o hospital recebe ainda recursos federais, na ordem de R$ 13 milhões/ano, e estaduais, cerca de R$ 24 milhões/ano.

O objetivo é reduzir o deficit mensal da instituição com aporte de recursos extras por parte da Administração Municipal, permitindo a melhoria do fluxo de caixa da instituição e uma maior regularidade nos pagamentos de servidores, prestadores de serviços e fornecedores. A medida foi autorizada pela Lei Municipal nº 6.611, de 12 de julho de 2017.

Desde o início da gestão há um esforço contínuo da Administração Púbica em manter a Fundação de Saúde Pública São Camilo de Esteio em pleno funcionamento. No início de janeiro, devido à falta de recursos para o cumprimento de obrigações básicas da instituição, foi decretada situação de calamidade financeira do hospital. Nos dias seguintes, a Administração Municipal repassou R$ 3 milhões para a instituição para pagamento dos salários dos servidores, do corpo técnico e fornecedores. A Prefeitura intensificou a cobrança ao Governo do Estado para a quitação de um atraso de R$ 10 milhões em repasses, ocorrido em fevereiro.

 

Texto: Eduardo Baratto Leonardi