20170710 Divulgacao AlunosCoracaMariaCompeoesRobotica abre
Foto: Divulgação
A equipe de robótica Androids, formada por estudantes do Colégio Coração de Maria, venceu o Campeonato Aberto de Robótica da Ásia, realizado em Sydney, na Austrália, de sexta-feira (6) a domingo (8). A Prefeitura de Esteio apoiou a participação do grupo, com assinatura de um termo de compromisso com a instituição, no qual repassou R$ 30 mil para serem usados na viagem. Em contrapartida, a Androids, coordenada pelo professor Gilmar Alves Ferreira, vai dar oficinas de robótica em escolas da rede municipal de Educação. O grupo desembarca nesta quarta-feira (12) no Aeroporto Salgado Filho, na Capital.

A competição tinha como tema “Animal Allies” (Animais Aliados, na tradução). A missão das 35 equipes de 20 países de todo mundo que participaram do campeonato era criar projetos para melhorar a relação entre homens e animais. A Androids desenvolveu um aparelho que simula o ronronar dos gatos e é usado para acalmar animais durante o processo pré-operatório. O equipamento, baseado na Ronronoterapia, transmite a mesma frequência sonora emitida pelos gatos. O som, ao chegar ao cérebro, faz com que os animais que o escutam ou sentem liberem hormônios de relaxamento.

A classificação da Equipe de Robótica Lego Androids para o evento na Austrália, um dos mais importantes da área no mundo, veio no dia 19 de março de 2017, no Torneio Nacional First Lego League (FLL), realizado pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) em Taguatinga (DF). A disputa teve 74 equipes, de escolas públicas e particulares de todo o Brasil, com mais de 700 estudantes em ação. Além da Androids, também foi para a feira na Ásia a equipe Tecnoway, de Caxias do Sul, único time do Estado a receber premiação junto com o Coração de Maria no evento no Distrito Federal. Outras equipes do Brasil foram selecionadas para eventos semelhantes nos Estados Unidos, Dinamarca e Reino Unido.

A Android, que começou a desenvolver projetos em 2010, foi representada no evento pelos alunos William Magnus Barth, Julia Klafke Perin, Lucas Tamanini, Ana Clara Andrades, Bruno de Souza Schuler, Casio Vidal, João Gabriel Biazus de Quevedo e Pedro Henrique Biazus de Quevedo. Eles foram acompanhados pelos professores Fabricio Behenck e Gilmar Alves Ferreira, e pela tradutora Andressa de Farias Martins.